#11 As Assembleias de Deus no Brasil

Publicado por

11.1. A chama pentecostal é acesa no Brasil

No mês de novembro de 1910, os missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren vieram ao Brasil, enviados pelo Espírito Santo, por meio de profecia do irmão Alfredo Uldin (seguida de arrebatamento de sentidos), para pregarem a mensagem pentecostal em solo brasileiro.

Os missionários suecos não tinham a intenção de abrir uma nova Igreja, é necessário que isso esteja bem claro quando falamos da História da Assembleia de Deus.

Após a chegada dos missionários, em 19.11.1910, eles ficaram hospedados no porão da Igreja Batista no Pará, onde passaram a congregar.

Até que em uma visita à irmã Celina Albuquerque, após esta ser curada pela oração ministrada pelos missionários, ela ficou em oração com a irmã Maria Nazareth pela madrugada, tendo sido ambas batizadas com o Espírito Santo.

Referido acontecimento gerou a expulsão dos missionários e mais alguns irmãos, dentre eles diáconos, tesoureiro e secretário da Igreja Batista no Pará.

Na casa da irmã Celina Albuquerque, foi aberto um ponto de pregação, que passaram a chamar de “Missão da Fé Apostólica”. Em razão dos movimentos de avivamento mundial, iniciados em 1901 com Charles Fox Parham, que tiveram como mais notório acontecimento os cultos pentecostais da Rua Azusa – Los Angeles.

Contudo, mais tarde, em 11.01.1918 registrariam a Igreja como “Sociedade Evangélica Assembleia de Deus”.

O crescimento da Igreja não pode ser apenas atribuído aos pioneiros. Foram, assim como Paulo e Barnabé, chamados por Deus para acender a chama, mas cada crente que era batizado no Espírito Santo, assim como em Atos, recebia autoridade de Deus para testemunhar em todos os lugares.

  • Irmã Celina Albuquerque: Primeira alma batizada no Espírito Santo em solo brasileiro. Após ser revestida de poder, pregava em todos os lugares onde ia, se tornou um expoente da evangelização nos bairros do Pará.
  • Irmã Maria Nazareth: Amiga de oração de Celina Albuquerque, ao visitar familiares no Ceará, levou a mensagem pentecostal, e suas orações fervorosas chamaram atenção, se tornou fundadora da Assembleia de Deus no Ceará.
  • Manoel Maria Rodrigues: (diácono e secretário) foi o primeiro Presbítero, se empenhava no Evangelismo, na obra Missionária em Portugal e Argentina, e no sustento de missionários.
  • Lydia Rodrigues: filha de Manoel Maria Rodrigues, casou-se com o Missionário Sueco Nels Nelson filho dos missionários Otto e Adina Nelson.

Primeiros membros da Assembleia de Deus

Em pé: Manoel Maria Rodrigues (Secretário da Igreja e primeiro Presbítero ordenado); Henrique de Albuquerque (Diácono); sentadas: Tereza Silva de Jesus; Jesusa Dias Rodrigues; Celina Albuquerque; Maria Nazareth (considerada uma das primeiras missionárias)

Leia tabém: Reavivamento Pentecostal – parte 2 – avivamento da Rua Azusa e chegada ao Brasil

11.2. Os Missionários – Daniel Berg e Gunnar Vingren

Gunnar Vingren
1979-1933

Gunnar Vingren, sua esposa Frida e seus filhos Ivar e Margit

Formado em Teologia pelo Instituto Bíblico Batista em Chicago, ao ser batizado no Espírito Santo, se entregou à obra de Deus, tendo aceitado o chamado para o Brasil.

Em solo brasileiro, foi Pastor, dedicado aos cultos, ao ensino e com o cuidado do rebanho de Deus.

Dirigiu as Igrejas Assembleia de Deus no Pará e em São Cristóvão Rio de Janeiro, até 1932.

Daniel Berg
1884-1962

Daniel Berg, sua esposa Sara e seus filhos David e Lisbeth

Ao ser batizado no Espírito Santo no mesmo congresso com Vingren em Chicago, também entregou-se à direção do Espírito de Deus e foi procurar Vingren, anunciando o chamado, confirmado pelo irmão Alfredo Uldin.

Em solo brasileiro, foi Evangelista, saiu do trabalho na fundição e dedicou-se ao serviço de colportagem (venda de livros e periódicos de porta em porta), tendo visto nisso oportunidade de evangelização).

Saía pela linha férrea que conectava as cidades, sendo fácil saber o caminho de volta. Apenas nos 3 primeiros anos, espalhou 2 mil Bíblias, 4 mil novos testamentos, e 6 mil panfletos.

Foi fundador das igrejas em Vitória/ES, Santos/SP e São Paulo/SP.

11.3. Surge o nome “Assembleia de Deus”

02/04/1914 – Houve um Concílio da Assembleia de Deus nos EUA. O nome foi adotado após a consolidação do movimento fé apostólica, em Hot Springs, como “Assembly of God”, desenvolvido em 1912 pelo Pr. Thomas King Leonard, que pastoreava a “Missão da Fé Apostólica” em Findley/Ohio.

Primeiro templo das Assembleias de Deus no Brasil

25/10/1914 – Chega ao Pará Otto e Andina Nelson, para auxiliarem nos trabalhos evangelísticos da Assembleia de Deus no Brasil.

08/11/1914 – A Igreja já com mais de um milhar de membros muda para o Templo na Travessa 9 de Janeiro, nº 75. Ao mudar, Vingren pede aos irmão para decidirem o nome, segundo relato do Pb. Manoel Maria Rodrigues todos concordaram com “Assembleia de Deus”, tendo sido colocado o nome na fachada do novo templo.

No mesmo ano de 1914, Berg e Vingren foram registrados na Suécia como missionários oficiais pelo Pr. Lewi Pethrus, na Igreja em Estocolmo, visto que reconheceram a obra que o Espírito Santo estava fazendo por meio deles no Brasil.

Em 1915 em viagem à Suécia, Gunnar conhece a jovem Frida Strandberg.

Em 1916, chegam ao Brasil novos missionários suecos para auxiliarem no evangelismo, Pr. Samuel e Lina Nyström, enviados pela igreja de Estocolmo.

Em 1917, Frida chega ao Brasil como missionária enviada pela mesma igreja da Suécia, para qual manda uma carta dizendo como encontrou a Igreja no campo missionário brasileiro:

“O local da Igreja era bonito, todo branco contrastando com o verde escuro. Sobre a porta está escrito “Assembleia de Deus”. Ó, como cantavam! Uma irmã sentada bem na frente dirigia os hinos com a sua forte voz de soprano, como uma flauta. Os irmãos Samuel e Adriano falaram e depois houve oração” (Frida Strandberg)

No dia 16.10.1917 – O Pr. Gunnar e a Miss. Frida se casam numa cerimônia ministrada pelo Pr. Samuel Nyström. Deste matrimônio, surge uma coluna no ministério das Assembleias de Deus, Gunnar dirigia os cultos, Frida ensinava jovens, irmãs e compunha louvores e tocava órgão e violão. Juntos fundam o jornal “Voz da Verdade”, que futuramente se chama “Mensageiro da Paz”.

Gunnar Vingren e Frida Vingren

No primeiro jornal da igreja, chamado “Voz da Verdade”, foi publicada a seguinte mensagem, onde se observa que “fé apostólica” era sinônimo de “Assembleia de Deus”:

“Os nossos irmãos Samuel Nystrom e Daniel Berg, em uma viagem evangelística que fizeram a seis igrejas da fé apostólica, no interior deste Estado, batizaram 90 pessoas. A Assembleia de Deus, em São Luiz (Pará), tem crescido tanto que o vasto salão da Casa de Oração tornou-se pequeno para acomodar os irmãos que ali se reúnem. O pastor Gunnar Vingren batizou, no batistério da Assembleia de Deus, nesta cidade (Belém), 12 pessoas que se entregaram a Jesus. O nosso irmão Severino Moreno foi para Manaus e lá testificou acerca da verdade gloriosa de que Jesus batiza no Espírito Santo; foi tão abençoado que precisou ir para aquela capital um missionário da fé apostólica (Assembleia de Deus)”

11.4. A expansão das Assembleias de Deus no Brasil

Percentual da população membro da Assembleia de Deus por estado no Brasil.png
Percentual da população pertencente à Assembleia de Deus, por Estado da federação ( Por Daniel Silva Mendanha – Obra do próprio, CC BY-SA 4.0, Hiperligação)
Missionários que levaram a mensagem Pentecostal a todo Brasil fundando sedes da Assembleia de Deus local

14.1. Organização

As Assembleias de Deus são organizadas em Ministérios, formados por uma Igreja-Sede, o Pastor-Presidente é o Pastor Principal da igreja e dos trabalhos e as congregações setoriais e locais são chamadas Igrejas filhas (filiais).

Estima-se que existam hoje cerca de 10 mil Igrejas-Sede em todo o Brasil, de campos ou Ministérios, e mais de 100 mil locais de culto distribuídos nos mais de 5 mil municípios brasileiros.

14.2. Crescimento

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no último censo realizado em 2010, apontou 12,3 milhões dos evangélicos no país são da Assembleia de Deus (30%).

Contudo, esta obra realizada pelo Espírito Santo de Deus, por meio das verdades bíblicas de que Jesus Salva, Cura, Batiza no Espírito Santo e breve voltará para buscar sua igreja, desde seu início, conforme o mandamento de Jesus Cristo nas Sagradas Escrituras (Atos 1:8), já em 1967 foi visto pelo brasil inteiro.

Em 1967 o Brasil foi sede da 8ª Conferência Mundial Pentecostal, que ficou conhecida mundialmente como “A maior reunião pentecostal em toda a vitoriosa História da Igreja”.

Jonal divulga o encerramento da oitava conferência mundial pentecostal: “A maior reunião pentecostal em toda a vitoriosa história da Igreja”.

Próxima e última aula: Assembleia de Deus Ministério de Santos

“A cidade de Santos teve o privilégio de ser uma das primeiras no Estado de São Paulo a receber a mensagem pentecostal. Para sermos mais exatos, foi em Santos que se estabeleceu a primeira Assembleia de Deus no Estado de São Paulo. Cinco de maio de 1924 foi a data em que se iniciou a proclamação do trabalho pentecostal na cidade de Santos.” Emílio Conde
(História das Assembleias de Deus no Brasil, 1973, CPAD, pg. 276)

Bibliografia:

Araújo, Isael. História do Movimento Pentecostal no Brasil, CPAD, 2018.

Conde, Emílio. História das Assembleias de Deus no Brasil, CPAD, 1973.

Vingren, Ivar. Diário do Pioneiro, CPAD, 2000.

Berg, David. Enviado por Deus, CPAD, 1995.

Coleção Pioneiros Pentecostais CPAD – clique na imagem para adquirir na Amazon.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s