O genuíno amor Cristão: A história do caixão de Billy Graham, construído pelas mãos de assassinos condenados

Hoje trago aos leitores do JP uma história que me impactou nos últimos dias. Diante de tantas palavras de ódio e violência que estamos ouvindo nos últimos dias, em razão das eleições presidenciais que se aproximam no Brasil, contemplei um exemplo do genuíno amor Cristão que deve permear nossos corações.

O Pr. Billy Graham (07.11.1918 – 21.02.2018), desejou ser sepultado em um caixão simples de madeira compensada, construído em uma prisão de segurança máxima de Louisiana/EUA pelas mão de homens que cometeram assassinatos bárbaros, onde no local foram construídos templos, realizados cultos, seminários e programas sociais pelo instituto evangelístico Billy Graham. Leia abaixo esta linda história:


por Thomas Kidd, para a The Gospel Coalition em 28.02.2018

O post de hoje é de Byron R. Johnson, ilustre professor de ciências sociais da Baylor University, diretor do Instituto de Estudos da Religião de Baylor e co-autor do livro O Seminário da Prisão de Angola: Efeitos do Ministério da Fé na Transformação da Identidade, Desistência e Reabilitação (2016).

Billy Graham pregou para mais de 215 milhões de pessoas em mais de 185 países. Ele se encontrou com pelo menos uma dúzia de presidentes e chefes de estado. Graham apareceu no top dez dos homens mais admirados da Gallup no mundo 61 vezes, muito mais do que qualquer outra pessoa. Ronald Reagan é a sua competição mais próxima, fazendo a lista 31 vezes. Então, por que o célebre Graham vai ser enterrado em um caixão de compensado construído por prisioneiros na Louisiana? A resposta nos ajuda a entender uma faceta fundamental do caráter do homem.

Além de ter um efeito sobre os presidentes e milhões de pessoas comuns em todo o mundo, a família Graham também teve um grande efeito naqueles que a Bíblia diz que não devem ser negligenciados: prisioneiros. A família Graham está ligada à Penitenciária do Estado de Louisiana, também conhecida como Angola, uma prisão de segurança máxima conhecida como a prisão mais sangrenta da América. A maioria dos prisioneiros em Angola cumprem penas de prisão perpétua sem a possibilidade de liberdade condicional – o que significa que acabarão por morrer e ser enterrados no cemitério da prisão de Angola.

Franklin Graham pregou em Angola e George Beverly Shea cantou lá. Na verdade, Shea cantou para mais de 800 prisioneiros em Angola em 2009. Ele estava lá para apresentar e entregar à prisão um órgão que ele havia recebido da Associação Evangelística Billy Graham no início daquele ano para seu centésimo aniversário. A família Graham doaria fundos para ajudar a construir algumas capelas em Angola.

Graham morreu na última quarta-feira aos 99 anos de idade, e apesar de sua fama e profunda influência global, esse humilde líder religioso será enterrado em uma simples caixa de compensado construída por uma pessoa improvável. Richard Liggett, um assassino condenado, liderou uma equipe de prisioneiros na Penitenciária Estadual da Louisiana que construiu caixões para Graham e sua esposa, Ruth, que morreu em junho de 2007 aos 87 anos.

Liggett construiu meticulosamente caixões para muitos companheiros de prisão antes de morrer de câncer em março de 2007, quase 31 anos depois. Liggett diria ao então Warden Burl Cain que, de tudo o que aconteceu em sua vida, o mais profundo era construir os caixões de Billy e Ruth Graham. Franklin Graham comprou os caixões depois de vê-los durante uma visita à prisão em 2005.

Os caixões de madeira simples são feitos de madeira compensada e foram forrados com almofadas de colchão feitas de edredons Walmart cobertos por tecido. Eles são adornados com alças de latão e uma cruz no topo e custam US $ 215. De acordo com o ex-diretor de Angola, a família Graham também pediu que todos os presos que trabalhavam na construção dos caixões tivessem seus nomes queimados na madeira.

Tenho um interesse particular em Angola, porque cheguei a uma equipa de investigação da Baylor University para completar um rigoroso estudo de cinco anos sobre a infame prisão e a Faculdade Bíblica de Angola que atraiu tanta atenção de líderes cristãos e correcionais nas últimas duas décadas. A Faculdade Bíblica, fundada em 1995, e as 29 congregações lideradas por presos em Angola, desempenharam um papel fundamental na transformação de uma das prisões mais violentas e corruptas da América em uma que se tornou um modelo improvável para outros estados. Pelo menos uma dúzia de outros estados lançaram faculdades bíblicas como resultado do experimento em Angola.

Graham recebeu muitas honras durante sua vida, incluindo o Prêmio Templeton em 1982. Na cerimônia de premiação, Sir Geoffrey Howe apresentou Graham e declarou: “É com a Bíblia que ele se armou acima de tudo. Seu refrão característico, ‘A Bíblia diz’, expõe tanto a fundação de sua pregação quanto a explicação para sua extraordinária combinação de humildade e autoridade”. As observações do ex-membro do Gabinete Britânico foram pontuais. O caixão de Graham construído na prisão Angola é um lembrete apropriado da conexão do evangelista com algumas das pessoas mais esquecidas da América.

Fonte: https://www.thegospelcoalition.org/blogs/evangelical-history/story-behind-billy-grahams-prison-built-casket/

Fotografias: divulgação Google Images.

Como recuperar a autoestima?

Cresce a cada dia mais o número de jovens que não gostam da própria imagem, que não acham que tem boas habilidades, que não sabem reagir bem às críticas, que não se sentem amados, que não se consideram bem sucedidos. Mas eu tenho uma palavra para vocês: nada disso que te coloca para baixo é verdade! Deus tem alegria completa para a sua vida!

1. O SENTIMENTO DE INSEGURANÇA NA JUVENTUDE É COMUM

Jamais pense que só você passa por problemas com insegurança. É completamente normal o sentimento de insegurança quanto à própria aparência e habilidades da vida. Aliás a juventude é nosso momento de transformação, de descoberta de quem nós somos e como nos colocaremos diante do mundo.

O sucesso está em ser feliz e bem resolvido pelo que nós somos e nos tornamos, independente de retorno financeiro ou qualquer tipo de reconhecimento – chegar nesse nível requer meditação profunda na Palavra de Deus e uma vida de oração.

Quantas meninas (principalmente) não se sentem assim? Se deprimem quando pensam no que pode ser um defeito em seu corpo, se tornam as maiores críticas de si mesmas. O padrão de beleza as impede de compreender a diversidade de belezas que existem e a própria beleza que Deus individualmente lhes deu.

A existência do constrangimento diante das demais pessoas, em pensar que todos estão a todo momento fazendo julgamentos. Esses pensamentos, quando não autocriticados e reanalisados, podem ser nocivos para o crescimento espiritual e social, pois o modo como nos vemos pode afetar o modo como os outros nos veem… até mesmo como nos tratam. Se identificou com algum desses pontos?

Isso está simplesmente dentro de você e pode ser resolvido, não se preocupe. A Palavra de Deus nos mostra atitudes básicas nas nossas vidas que podem fazer o nosso dia a dia muito melhor e acabar ou diminuir consideravelmente as inseguranças que rodeiam a nossa rotina.

2. SER ALTRUÍSTA – AJUDAR O PRÓXIMO

Quantas pessoas (jovens e adultos) têm testemunhos de mudança de vida a partir do momento em que encontrou alguém, ou grupo de pessoas, para ajudar voluntariamente. Atitudes desse jaez fazem com que você se sinta útil, valorizado(a) e compreender que por mais difícil que sua vida seja existem pessoas em situações piores que são cheias de autoestima e esperança.

A Palavra diz em Atos 20:35 que “[…] trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber”. Isso significa que ao ajudarmos o próximo nós automaticamente nos ajudamos. O exercício do altruísmo, isto é, da generosidade, sempre é recompensado pelo Senhor que nos dá um sentimento de satisfação espiritual (Pv. 11:25).

Coisas que podem parecer pequenas podem fazer toda a diferença. Na sua igreja mesmo, por exemplo, busque se apresentar à liderança do conjunto infantil e oferecer seus serviços para cuidar dos pequeninos, você verá a tamanha transformação que isso fará. Apresente-se para seus líderes de mocidade ou adolescentes para propor estratégias de visitação de necessitados e doentes.

Engaje-se no exercício do Amor e o Espírito Santo transbordará seu coração de alegria, pois é promessa do Senhor – ao amarmos o próximo estamos aprendendo a amarmos a nós mesmos. Quando nos fechamos para a própria comunidade em que vivemos somos propensos a nos fechar em nossos próprios pensamentos, e a solidão nos faz perder o poder de autocrítica, não podemos viver para nós mesmos.

Olha o que o apóstolo Paulo disse em Gálatas 6:4 “[…] prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro”. Você é templo do Espírito, morada de Deus, e não tem graça ter um templo para usufruir para si mesmo, vai criar poeira e teias de aranha, não é? (risos). Exercite a boa obra na vida das pessoas, sempre para a glória de Deus (1 Ts. 2:5). 3. FAÇA BONS AMIGOSA Bíblia sempre é clara acerca da necessidade de termos bons amigos e companheiros na vida.

Até mesmo Jesus não andava e não orava sempre sozinho. Ele tinha seus companheiros mais chegados, que convidava nos momentos de maior intimidade para orar com ele (Marcos 14:32-33). Assim também somos nós, precisamos de companheiros de oração. Provérbios 17:17 nos diz que “O verdadeiro companheiro está amando todo o tempo e é um irmão nascido para quando há aflição”.

Um amigo sincero é uma ajuda presente em tempos de dificuldade. Resta saber que alguém se preocupa conosco para nos animarmos (1 Coríntios 16:17,18). Faça amizade com boas companhias, que te influenciação positivamente. Não faça de tudo para ganhar amigos. Seja você. Deixe que amigos sinceros se aproximem de você pelo que você é, não pelo que você tenha ou faça (Provérbios 13:20).

Não queira ser aceito por quem você não é. Fazer coisas desnecessárias para impressionar os outros vai fazer você se sentir desvalorizado e usado (Romanos 6:21, 22).

4. UM ERRO COMETIDO NÃO DESTRÓI A SUA VIDA

Paulo é bem claro em Romanos 3:23, ao dizer que todos nós somos iguais, encerrados no mesmo pecado, quando escreve que: “Todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”. Então não existe o santarrão e as ovelhas negras. Todos nós precisamos estar em constante arrependimento e santificação diante de Deus (Hebreus 12:14).

Se você cometeu um erro, arrependa-se e não mais o repita, e isso não lhe fará nem melhor nem pior do que ninguém. Somos todos imperfeitos diante de Deus. O que significa que às vezes vamos falar ou fazer coisas que não deveríamos (Romanos 7:21-23; Tiago 3:2).

Não podemos evitar cometer deslizes durante a vida, mas podemos controlar a reação a eles. A Palavra de Deus diz que: “sete vezes cairá o justo, e se levantará” – Provérbios 24:16. Alguém pode parecer mais forte que você, mas é apenas aparência. Cada pessoa tem diferentes pontos de fraqueza. Não use o fato da imperfeição humana como pretexto para o cometimento de pecados deliberados.

Os pecados que cometemos são aqueles que não podemos evitar sem o socorro do Senhor, como disse Davi no Salmo 139:23, 24: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno”. Se você cometer erros propositadamente, perderá nestes atos a aprovação do Senhor (Hebreus 10:26, 27).

5. VOCÊ TEM UM VALOR, O ESPÍRITO SANTO SE MOVE EM VOCÊ!

O que Jesus Cristo viu em mim e em você? – Certamente viu o que eu e você talvez não consigamos enxergar. Será mesmo que nossos defeitos fazem com que Deus nos olhe de maneira diferente, distorcida e crítica como nós nos vemos? Você já tentou pegar um ônibus ou um metrô faltando 10 centavos para completar a passagem e procurou desesperadamente em todos os lugares? – O valor para nós parece ser pequeno até o momento que nos damos conta do quanto é precioso para momentos especiais.

Assim somos nós, pensamos que somos pequenos, mas Deus quer nos usar em momentos especiais que já tem escrito para mim e para você. Você é valoroso(a) para Deus. Por isso, temos que fazer por Ele tudo o que pudermos para agradá-lo, Deus vê e retribui nossas atitudes, e a Palavra de Deus garante que “Deus não é injusto, para se esquecer de vossa obra e do amor que mostrastes ao seu nome” – Hebreus 6:10.

Só o valor que temos para Deus é motivo para nos tirar da mente todos os pensamentos ruins que temos sobre nós mesmos.

6. CONCLUSÃO

A autoestima, então, nada mais é do que o valor que atribuímos a nós mesmos. Não podemos nos diminuir às questões da aparência e do que as pessoas pensam sobre nós. O ponto de vista da autoestima é completamente relativo e somos nós os responsáveis pelo equilíbrio do nosso pensamento.

É fato que uma pessoa pode ser muito bonita e mesmo assim se sentir feia. Ou pode não ser tão atraente, mas achar que é mais bonita do que todo mundo ao seu redor. Tudo é uma questão de atitude e rever os conceitos sobre si mesmo. Saia dessa antessala de solidão e entre no cômodo onde está Deus pronto para dizer o quanto você é especial para Ele.

Deus abençoe.