O Brasil já disse à tortura: NUNCA MAIS!

Eu li o livro “Brasil: nunca mais”, prefaciado pelo finado Cardeal Arns, já em sua 41ª edição, que é uma pesquisa fundamentada em autos de inquéritos e processos da época da Ditadura Militar brasileira (1964-1985), que revelam a institucionalização da prática da tortuna, naquele período histórico por uma razão completamente infame: perseguição política aos contrários ao regime.